Catálogo Contato

O RTX POWER é um sistema de excitação e regulação de tensão concebido para acionar excitatrizes estáticas ou rotativas (brushless ou com escovas) de geradores ou compensadores síncronos de médio e grande porte.

O RTX POWER permite instalação em painéis novos ou antigos (retrofit). Estão disponíveis versões para operação individual (mono-canal) ou redundantes (duplo-canal).
O software do RTX POWER é totalmente customizável, permitindo inclusão ou modificações de lógicas e estruturas de controle. Da mesma forma, a interface gráfica permite inclusão de animações e desenhos visando melhor entendimento dos processos pelas equipes de operação e manutenção.

Aplicação
O RTX POWER permite diversas topologias de controle, dependendo basicamente do tipo de excitatriz (estática, rotativa AC ou DC, com escovas ou brushless) ou da entrada de alimentação do driver de potência (banco de baterias, serviço auxiliar, excitatriz, PMG, ou proveniente do próprio gerador).
Comutação suave entre canais de comunicação ou entre modos de controle são garantidas pela presença de lógica de rastreio interno.
Elementos de potência redundantes podem estar presentes, sendo então habilitado algoritmo de equalização de corrente entre as pontes de tiristores.

Funcionalidades
As funcionalidades de controle abaixo estão disponíveis no RTX POWER, e podem estar desabilitadas conforme a aplicação:
– Quatro modos de controle: Tensão terminal (VT – automático), Corrente de Campo (IFD – manual), Potência reativa (var) e Fator de Potência (FP);

  • Malhas de controle compatíveis com os modelos definidos pela IEEE 421.5;
  • Estabilizador de Sistemas de Potência baseado na integral da potência acelerante, conforme o modelo PSS2B definido pela IEEE 421.5;
  • Limitadores dinâmicos: máxima corrente de campo, corrente estatórica, Volts/Hertz, subexcitação, mínima corrente de campo;
  • Compensador de reativos;
  • Duas parametrizações independentes da malha principal, para operação em carga e a vazio;
  • Comutação suave entre modos de controle;
  • Processo de excitação inicial controlado (soft-starter);
  • Comando de referências por interface homem-máquina, comunicação remota ou entradas digitais;
  • Função pré-sincronizador – seguimento da tensão da barra (bus voltage matching);
  • Função reforço da tensão de excitação (boost) ;
  • Comando habilita rastreamento de referência externa;
  • Excitação de campo de até 10.000A nominais, dependendo do tipo de elemento de potência utilizado (ponte de tiristores ou IGBTs);
  • Operação em arquitetura duplo canal, com comutação a quente entre módulos de controle, graças ao rastreio entre canais de controle;
  • Processo de excitação inicial controlado e integrado com acionamento do escorvamento do campo;
  • Processo de retirada gradual de carga reativa;
  • Aplicação de tensão negativa do retificador, quando disponível, para desexcitação rápida;
  • Comando de referências por interface homem-máquina, comunicação remota ou entradas digitais;
  • Equalização de corrente em aplicações com mais de uma ponte de tiristores: correção individual do disparo dos tiristores para que todos conduzam a mesma corrente;
  • Ferramentas integradas de teste para ajuste de malha de controle, limitadores e Estabilizador de Sistemas de Potência;
  • Identificação da resposta em frequência integrada com ferramenta de projeto do Estabilizador de Sistemas de Potência, para procedimentos de comissionamento rápidos e robustos;
  • Estimativa de temperatura do campo (IEEE 115) – de acordo com a aplicação.

O RTX POWER conta com as seguintes funções de supervisão:

  • Visualização da curva de capabilidade em tempo real com indicação dos limites dinâmicos ajustados de sub e sobre-excitação pelo sistema supervisório ou interface gráfica
  • Monitoração gráfica das principais grandezas de controle com resolução de 10ms e possibilidade de exportação para relatórios;
  • Sinalização e atuação em caso de falhas no processo de regulação (falha na medição dos TPs, falha fonte alimentação, tempo excessivo de excitação, fusível queimado das pontes de tiristores, etc);
  • Comunicação com o nível supervisório da planta por protocolo Modbus Serial ou Ethernet ;
  • Interface analógica e digital para indicar grandezas e estados do processo;
  • Monitoração adicional com o uso de relés auxiliares configuráveis;
  • Supervisão de falha dos diodos rotativos abertors ou em curto (módulo SFD);
  • Registrador de sinais (oscilografia) interno, disparado por eventos configuráveis;
  • Registrador de sequência de eventos (sequence of events – SOE);
  • Módulos de controle com interface dotada de LEDs indicadores para diagnóstico rápido. O CPX também dispõe de IHM local para mensagens específicas e comandos.

*Produto Beneficiado pela Legislação de Informática

Recursos

Os sistemas foram desenvolvidos para serem instalados em todo
o tipo de gerador ou motor síncrono, vertical ou horizontal:

  • Geradores com Escovas;
  • Geradores Brushless;
  • Geradores com Excitatriz Rotativa;
  • Motores Síncronos com Escovas;
  • Motores Brushless;
  • Motores Síncronos com Excitatriz Rotativa.

Produtos Semelhantes

Serviços Relacionados